Início > TCP/IP > Soluções simples para melhorar a Internet

Soluções simples para melhorar a Internet

Algumas coisas básicas, me incomodam como administrador de sistemas associados à Internet. E nada posso fazer, pois depende de atitudes de terceiros. A maior parte delas, depende dos RIRs ou do nosso NIR. Abaixo, algumas sugestões que, na medida do possível e por sugestões de colaboradores, serão incrementadas. Nenhuma delas agride o espírito da Internet.

  1. O reverso deve ser obrigatório. Quem não tiver o reverso deve ser punido.
  2. O Registro.br deve permitir a renúncia de blocos IPs, pelos ID Técnicos. Essa facilidade é pré-requisito para a proposta do item anterior. Atualmente, os responsáveis técnicos por blocos de IPs de terceiros, não conseguem se livrar deles, a partir do momento que não são mais responsáveis.
  3. O DNSSEC deve ser obrigatório para todos as DPNs. Quem não fizer isso, deverá ser punido. Quem não atualizar as chaves na época do vencimento, também será punido. O Registro.br deveria indicar nos avisos em que houver quebra de respostas no DNSSEC, QUAIS os servidores de DNS envolvidos, assim como ele fazia quando não havia respostas de servidores de DNS. Esse problema não é grave para quem possui, somente dois servidores de DNS, mas é complicado para quem possui o máximo permitido (5). Se a identificação do servidor específico de DNS não for possível, por alguma razão, então que informe aos administradores que eles devem cuidar dessa questão, monitorando cada um deles. O estado do domínio com DNSSEC implementado, também poderia aparecer por lá, o que nos ajudaria bastante.
  4. ASN deve ser liberado, livremente. Para quem provar que tem uma rede. As restrições somente para a liberação de blocos IPv4. Blocos IPv6 deveriam ser liberados para os ASs, mesmo sem IPv4. Isso anteciparia as implementações de IPv6. Muitos ASs com IPv6 estimulariam os fornecedores a implementar tal funcionalidade, já que o mercado estaria disponível. Por outro lado, o LACNIC deveria rever os preços relativos ao IPv6, que pretende cobrar no futuro.
  5. Instalação de uma base do IRR espelhada na RADB. De graça e com suporte a IPv6! E o Nic.br (ou LACNIC) pode criar, à semelhança do RIPE NCC, orientações de uso, inclusive das ferramentas disponíveis (IRRTools, p. ex.).
  6. Propostas para o tratamento das punições. Sempre haverá avisos, antecedendo a punição. As punições, após os avisos, não devem ser brandas. Os critérios de punição deveriam considerar a reincidência. Quem possui um ID Técnico, pressupõe-se que seja um administrador, conhecedor dos fundamentos da Internet. Os avisos e punições, podem se estender aos outros IDs.
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: