Arquivo

Archive for dezembro \17\-03:00 2008

Preparando blocos de IPs para estabelecer o reverso

Ao receber um bloco de IPs no seu ASN, é preciso, imediatamente pensar nos respectivos reversos. Preferi criar os reversos para cada bloco /24. Assim, se recebo um bloco /20, digamos, abc.bc.0.0/20, procedemos assim:

  1. Dividimos o bloco /20 em dois blocos /21:
    abc.bc.0.0/21
    abc.bc.8.0/21

  2. Cada um dos blocos /21 em dois blocos /22:
    abc.bc.0.0/22
    abc.bc.4.0/22
    abc.bc.8.0/22
    abc.bc.12.0/22

  3. Cada um dos blocos /22 em dois blocos /23:
    abc.bc.0.0/23
    abc.bc.2.0/23
    abc.bc.4.0/23
    abc.bc.6.0/23
    abc.bc.8.0/23
    abc.bc.10.0/23
    abc.bc.12.0/23
    abc.bc.14.0/23

  4. E, finalmente, obter os blocos /24:
    abc.bc.0.0/24
    abc.bc.1.0/24
    abc.bc.2.0/24
    abc.bc.3.0/24
    abc.bc.4.0/24
    abc.bc.5.0/24
    abc.bc.6.0/24
    abc.bc.7.0/24
    abc.bc.8.0/24
    abc.bc.9.0/24
    abc.bc.10.0/24
    abc.bc.11.0/24
    abc.bc.12.0/24
    abc.bc.13.0/24
    abc.bc.14.0/24
    abc.bc.15.0/24
Categorias:TCP/IP Tags:, ,

Todos os IPs do mundo (1)

Algumas vezes precisamos de informações sobre a origem de um IP específico. Em ftp://ftp.lacnic.net/pub/stats parece estar atualizado (?), ASN, IPv4, IPv6 alocados e atribuídos ao respectivo RIR: LACNIC, AFRINIC, APNIC, LACNIC e RIPNCC.

Um script, em PHP + PEAR, pode trazer isso todos os dias automaticamente, colocando-o na CRONTAB:


#!/usr/local/bin/php -q
<?php

require_once “PEAR.php”;
require_once ‘Net/FTP.php’;

$test = new Net_FTP(‘ftp.lacnic.net’, 21);

$test->connect();
$test->login(‘anonymous’, ‘fulano@exemplo.com.br’);

$test->cd(‘/pub/stats/lacnic/’);
$test->get(‘delegated-lacnic-latest’, ‘/tmp/delegated-lacnic-latest’, true, FTP_ASCII);

$test->cd(‘/pub/stats/apnic/’);
$test->get(‘delegated-apnic-latest’, ‘/tmp/delegated-apnic-latest’, true, FTP_ASCII);

$test->cd(‘/pub/stats/arin/’);
$test->get(‘delegated-arin-latest’, ‘/tmp/delegated-arin-latest’, true, FTP_ASCII);

$test->cd(‘/pub/stats/ripencc/’);
$test->get(‘delegated-ripencc-latest’, ‘/tmp/delegated-ripencc-latest’, true, FTP_ASCII);

$test->cd(‘/pub/stats/afrinic/’);
$test->get(‘delegated-afrinic-latest’, ‘/tmp/delegated-afrinic-latest’, true, FTP_ASCII);
$test->disconnect();

?>

Os scripts aqui exibidos foram testados sob FreeBSD, exceto se for dito ao contrário.

Categorias:Whois Tags:, , ,

Glossário da Infraestrutura da Internet

=== A ===

  • Acordo bilateral: Acordo que dois atores fazem entre si, quando presentes em ambiente com vários outros atores. Em um Ponto de Troca de Tráfego (PTT), por exemplo, refere-se ao acordo feito entre um operador de trânsito e seu cliente para efeitos de troca de tráfego de trânsito.
  • Acordo multilateral: Acordo, geralmente mandatório, em um ambiente onde vários atores atuam como parceiros. Um bom exemplo é a troca de tráfego entre os participantes de um PTT.

=== C ===

  • Connection collision: Ocorre quando dois BGPs que falam iniciam a sessão BGP ao mesmo tempo. A regra de recuperação: cada um dos BGPs que falam compara seu router ID com o router ID do vizinho. Aquele com o router ID maior garante que seu estado seja open active e o de menor router ID garante que seu estado seja open passive. Em outras palavras, o BGP que fala com o maior router ID é quem inicia a sessão BGP, após a colisão.

=== E ===

  • EGP: Acrônimo de External Gateway Protocol. São protocolos que permitem interconexões entre AS (Sistemas Autônomos). O mais conhecido, e mais usado, na Internet é o eBGP, um componente do BGP4 (http://www.rfc-editor.org/rfc/rfc4271.txt).
  • ENUM: Acrônimo de E.164 NUmber Mapping. É um protocolo que usa o DNS para traduzir o padrão E.164 para endereços IP de servidores VoIP (SIP, H323) ou e-mail. Em outras palavras, é um protocolo definido pelo IETF com o objetivo de permitir intereoperabilidade entre o STFC e a Internet. O documento que explica como usar o DNS para armazenar números E.164 é a RFC3761. Não a leia sem antes ler: RFC3401, RFC3402, RFC3403 e RFC3404. Maiores detalhes aqui. O Registro.br, em 2002, requisitou e lhe foi concedida a delegação para o domínio 5.5.e164.arp, como se pode ver aqui. Mais informações podem, ainda ser obtidas em http://www.enum.org.

=== G ===

  • Gatekeeper: É um componente do H.323. Detalhes aqui.

=== I ===

  • IRR: Acrônimo de Internet Routing Registry. Vide RPSL.

=== L ===

  • LATA: Acrônimo de Local Access Transport Area. Refere-se a área geográfica definida para uma concessionária, associada a chamadas telefônicas locais. É um termo usado fora do Brasil (em particular, EEUU). Basicamente, intra-LATA são as chamadas de longa distância dentro do estado e inter-LATA, chamdas de longa distância entre estados. No Brasil é equivalente a VC1, VC2 e VC3. Detalhes, aqui.

=== M ===

  • MOAS: Acrônimo de Multiple Origin Autonomous Systems.

=== N ===

  • NAPR: Acrônimo de Naming Authority Pointer Resource. Detalhes na RFC 3403.
  • NGNs: Acrônimo de Next Genaration Networks.
  • NLRI: Acrônimo de Network Layer Reachability Information. É um dos componentes da mensagem
    UPDATE do BGP (último campo da mensagem). A mensagem UPDATE tem como objetivo atualizar as informações sobre rotas entre pares (“peer”) de uma conexão BGP. Ela recomenda a inclusão ou remoção de rotas, tornando o relacionamento entre os pares mais consistentes. O campo NLRI é onde aparecem as recomendações de prefixos que DEVEM ser anunciados. Veja a RFC4271

=== O ===

  • OCN: Acrônimo de Operating Company Number. Um identidade numérica atribuida a consessionárias de telefonia pública com o objetivo de identificar informações de roteamento.

=== P ===

  • Peering: Troca de tráfego de dados onde, geralmente, não está envolvido troca financeira. Por exemplo, a troca de informações entre dois ou mais roteadores implementados com o BGP.

=== R ===

  • RPSL: Acrônimo de Routing Policy Specification Language. Uma das melhores referências para a RPSL, está no RPSL Reference Guide.

=== S ===

  • Softswitch: É um dispositivo ou interface, geralmente contendo um software, capaz de tratar rotas vindas de uma ou mais operadoras de VoIP e/ou do STFC. Detalhes, http://en.wikipedia.org/wiki/Softswitch.

=== T ===

  • Tráfego: trafego = transito + peering + transporte, para transito => 0, transporte => 0, peering > 0.
  • Trânsito: Tráfego de dados que envolve diretamente o acesso à Internet.
  • Transporte: Tráfego intensivo de dados que envolve interesses entre dois pontos de conexão.

=== W ===

  • WebDAV:Acrônimo de Web-based Distributed Authoring and Versioning. É um conjunto de extensões do HTTP/1.1. Padrão aberto para publicação, que permite a edição de documentos em servidores Web remotos. Suporta as facilidades de Edição (cria, altera e exlui arquivos), Armazenamento de metadados (títulos, nome de autores, datas de publicação e, respectivas atualizações), Coleções (recursos agrupados em coleções, organizados como um sistema de arquivos – semelhante a diretórios ou pastas), Travamento (impede a edição do mesmo conteúdo por terceiros durante o processo de atualização)
Categorias:TCP/IP Tags:

Referências

  1. Adam, L., Regional Peering Points – Creating a Proof of Concept Hub – Phase II, Abril 2005.
  2. Directory of Internet Whois Servers, 2004.
  3. Donnely, L., Peering 101, Quilt Workshop Presentation, Outubro 2006.
  4. Gibbard, S., How Big Networks Can Peer Regionally, PCH, Apricot 2007.
  5. Internet Traffic Statistics.
  6. Kashiwakura, M. K., Troca de Tráfego : criando uma infraestrutura Internet melhor e mais barata., IP Communications Brasil, São Paulo, Brasil, 04/12/2008.
  7. The Internet.
  8. White, R., Working with IP Addresses, The Internet Protocol Journal – Volume 9, Number 1, Março 2006.
  9. RFC 3761, The E.164 to Uniform Resource Identifiers (URI) Dynamic Delegation Discovery System (DDDS) Application (ENUM), April 2004.
  10. ITU-T Recommendation E.164 : The international public telecommunication numbering plan, 02/2005.
  11. Wikipedia, Telephone Number Mapping.
  12. ITU-TSB GLOBAL IMPLEMENTATION OF ENUM: A TUTORIAL PAPER.
  13. Wikipedia, Telephone Number Mapping.
  14. Maris, L. A., Infrastructure ENUM ´Implementation options for the Netherlands´, Tese de Mestrado, ICT-TIPAE, Eindhoven, November 2006.
  15. Miller, M. A., The VoIP Peering Puzzle—Part 1: Concepts and Challenges, November 2006.
Categorias:TCP/IP Tags: